Logo2 - Caminhos do Turismo Oficial - agrupado Transparente .png

ITIRAPINA: A MOBILIZAÇÃO COMUNITÁRIA NA ORGANIZAÇÃO DE FESTAS TRADICIONAIS

Eduardo Henrique Ferin da Cunha

Mtb nº 0081757/SP

 

Matéria publicada em: 21/03/2017

Itirapina é uma cidade do interior de São Paulo, a cerca de 200km da Capital e possui população estimada em 15.000 habitantes. É um povo muito acolhedor e que tem uma grande articulação comunitária!

 

No cenário turístico, a cidade é conhecida por seus atrativos de ecoturismo e aventura, tais como: a represa do Broa, a cachoeira do Saltão, a Estação Experimental e Ecológica, dentre outros, mas também possui uma rica história ligada à época áurea da ferrovia. Além de tudo isso, possui diversas manifestações culturais e artísticas e destacamos nesse texto dois eventos: a Festa do Milho e a Feira dos produtores rurais, artistas e artesãos.

 

A Festa do Milho

 

Várias cidades do interior paulista realizam a festa do milho, porém em Itirapina, o cenário é diferente! Há uma grande mobilização de empresários, comunidade e o poder público para organizar todo o evento. A festa está em sua 47ª edição e é realizada anualmente pela Paróquia Santo Antônio. Recebe um público estimado de 2.500 pessoas e acontece normalmente no mês de março, combinando com a colheita do milho.

17203058_1646416455653914_420299738639881280_n.jpg

Festa do Milho

Foto 1: Eduardo H. F. Cunha

 

Entre as opções gastronômica da festa destacam-se: pamonha, curau, bolo, milho cozido, cuscuz, sopa de milho, sorvete, pastel e doces caseiros. A matéria-prima base vem de doação de proprietários rurais e a transformação nos deliciosos produtos é realizada por um “batalhão” de gente, que trabalham voluntariamente.

 

 

 

Feira dos produtores rurais, artistas e artesãos

 

A feira dos produtores rurais, artistas e artesãos de Itirapina é outro evento com exemplo de mobilização comunitária. Idealizada por Benedita Cypriano, com apoio da Prefeitura Municipal de Itirapina a feira acontece quinzenalmente, no segundo sábado de cada mês. O início oficial da festa foi no dia 7 de setembro de 2012, porém ações isoladas já aconteciam três anos antes.

17264757_1646416525653907_6145494624902445805_n.jpg

Benedita Cypriano, a idealizadora e Aline Luz (Caminhos do Turismo)

Foto 2: Eduardo H.F.Cunha

 

A feira mobiliza produtores rurais da cidade, que trazem a sua colheita para venda na praça central. São produtos como: verduras, legumes, frutas, mas também alimentos processados in natura, tais como: mel, molho de pimenta, pães caseiros, bolos artesanais, entre outros. No mesmo espaço, acontece apresentações de artistas, tais como: violeiros, bandas, danças e exposições de quadros e outras artes.

 

17264464_1646418138987079_7158919414441301784_n.jpg

Produtos Rurais

Foto 3: Eduardo H.F.Cunha

 

 

Além desses produtos, o visitante também pode conhecer o artesanato típico da cidade de Itirapina, com destaque para o Saco V, um artesanato feito com cânhamo e que conta história através do bordado resgatando a história de Itirapina.

17309023_1646417142320512_6807143609378134079_n.jpg

Artesanato do Saco V

Foto 4: Eduardo H.F.Cunha

 

Como ressaltamos, o grande destaque da realização desses eventos, é a força da comunidade que se une para desenvolver projetos. A mobilização é tão forte, que a cidade já elaborou um Plano de Desenvolvimento Local aprovado em Câmara Municipal em 2015 e ainda hoje desenvolve outros projetos.

 

A mobilização comunitária, é de fato, um caso a ser estudado e um exemplo para outras cidades!